Trem Intercidades terá audiência pública.

Postado em: 15-12-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 752 | Comentários:3

3


Linha ferroviária no bairro Boa Vista: o Trem Intercidades fará a ligação de Campinas com a Capital

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou, ontem, a realização de uma audiência pública para cobrar o atraso na implantação do Trem Intercidades (TIC), previsto para ligar Americana a São Paulo, passando por Campinas. A audiência, sem data definida, foi aprovada por requerimento do deputado Vanderlei Macris (PSDB).

A primeira fase do Trem Intercidades deverá ligar as cidades de São Paulo, Jundiaí, Campinas e Americana por um percurso de 135 quilômetros em trilhos, com nove estações, e investimento para implantação estimado em R$ 5 bilhões. O trem de média velocidade vai operar junto com a Linha 7-Rubi da CPTM, que já vai até Jundiaí. A estimativa inicial é de que o ramal transporte cerca de 60 mil passageiros por dia.

Para que o projeto possa deslanchar é preciso que o presidente Michel Temer (PMDB) libere a faixa de domínio da atual ferrovia de transporte de carga. Estudos do governo do Estado mostraram que ao lado dos trilhos da ferrovia de carga ainda é possível instalar mais uma linha de carga e duas de trem de passageiros.

Macris, que viajou ontem com a Comissão de Relações Exteriores ao Japão para discutir com autoridades e investidores japoneses o projeto, disse que desde março Temer deu aval para que o trem intercidades fosse incluído no programa de concessões da União. Mas, segundo ele, o estudo solicitado às concessionárias para o compartilhamento das faixas de domínio não foi completamente entregue, bem como o cronograma das fases do processo.

Atraso de autorização

[VÍDEO] Seminário: Trem Intercidades. – Louveira, 23/06

Postado em: 30-06-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 531 | Comentários:0

0

Realizado o Seminário sobre o Trem Intercidades, na Câmara Municipal de Louveira, dia 23/06/2017.

Postado em: 29-06-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 659 | Comentários:0

0

A Câmara de Louveira sediou na manhã, dia 23 de Junho, o Seminário Trem Intercidades, que apresentou os detalhes do projeto de trem de passageiros que deverá ligar São Paulo a Americana, passando por Louveira e municípios da região. O encontro registrou a participação do deputado estadual Cauê Macris, presidente da Assembleia Legislativa paulista, prefeitos, vereadores e representantes da região.

O projeto está orçado em R$ 5,4 bilhões (dados de 2014), por meio de Parceria Público-Privada (PPP), sendo que a contrapartida do poder público é de 30%. O restante virá da iniciativa privada. Serão utilizadas a malha ferroviária já existente, com revitalização e ampliação das estações já existentes e eliminação de todas as passagens em nível, com a construção de viadutos. A velocidade máxima alcançada será de 160 km/h, com a utilização das linhas de bitola 1.600 mm.

O encontro em Louveira só foi possível graças ao requerimento do vereador louveirense Leandro Lourençon (PSDB) enviado ao presidente da Assembleia, que atendeu a reivindicação. O presidente da Câmara de Louveira, Marquinhos do Leite (PTB), fez a abertura dos trabalhos. Além deles, também compuseram a Mesa de Trabalho os prefeitos Jaime Cruz (Vinhedo) e Orestes Previtale (Valinhos), o vereador Nil Ramos (presidente da Câmara de Vinhedo), Alfredo Ondas (presidente da Câmara de Americana), do diretor de departamento da Secretaria de Transportes Saulo Pereira Vieira e de Guilherme Quintella, da empresa Estação da Luz Participações S/A.

O vereador Marquinhos elogiou a iniciativa do colega Leandro e a oportunidade de poder realizar o evento na Câmara de Louveira, após agradecer as autoridades presentes e citar a ausência do prefeito local. Em suas palavras, Leandro falou das vantagens do trem de passageiros e, emocionado, lembrou o irmão Reginaldo, vereador falecido que iniciou a luta pela passagem do trem por Louveira. As demais autoridades também fizeram uso da palavra.

De forma geral, todos citaram as vantagens econômicas e sociais que os municípios irão receber com a implantação do Trem Intercidades, projeto que teve aval dos governos estadual e federal. Entre as vantagens citadas estão o aumento de opção de transporte coletivo, revitalização das estações, deslocamento de trabalhadores e estudantes, redução do custo e de tempo de viagem.

Seminário – Trem Intercidades

Postado em: 20-06-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 345 | Comentários:0

0

[VÍDEO] Reunião realizada em Campinas – 23/03/2017

Postado em: 24-03-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 844 | Comentários:0

0

Vídeo completo da reunião encabeçada pela Frente Parlamentar em defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros da região de Campinas e Jundiaí, realizada em Campinas, no dia 23 de Março de 2017 e que contou com a presença de Vicente Abate – Presidente da ABIFER. Confira:

CONVITE: Frente Parlamentar em defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros da região de Campinas e Jundiaí,convida Vicente Abate – Presidente da ABIFER

Postado em: 17-03-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 749 | Comentários:0

0

Trem entre SP e Campinas só depende de liberação de terrenos da União, diz Alckmin

Postado em: 09-03-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 2.319 | Comentários:1

1

O traçado pretendido pelo projeto é o mesmo que estava inserido no plano do trem de alta velocidade, defendido pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

A viabilidade da licitação do trem de passageiros de média velocidade para interligar Campinas e São Paulo depende da liberação, pelo governo federal, da “faixa de domínio” da ferrovia de carga que já liga as duas cidades.

Segundo o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o projeto depende apenas dessa confirmação do governo para que a oferta de parceria público-privada (PPP) do empreendimento seja apresentada ao mercado. “É um projeto extremamente importante. E sua viabilidade depende do terreno”, disse Alckmin ao ‘Estado’.

“O estudo que nós fizemos mostra que cabe mais uma linha do trem de carga, dá para dobrar a capacidade, além das duas linhas do trem de média velocidade, na mesma faixa de domínio”, comentou o governador, que confirmado ter entregado a proposta do projeto nas mãos do presidente Michel Temer no mês passado. “Só estamos aguardando o governo federal dar um ok, que ele concorda.”

Alckmin confirmou que pretende incluir na licitação do trem de média velocidade o trecho 7 da CPTM, que seria incorporado ao projeto “para ajudar no funding” da proposta comercial. “Estamos otimistas. O grande problema hoje é o custo do terreno. É muito cara a desapropriação. Se temos a faixa de domínio, já viabiliza o projeto”, disse.

O governo paulista não descartou ainda a possibilidade de a PPP ter contrapartidas financeiras da União, reunindo governos federal e estadual e a iniciativa privada no mesmo projeto. A renovação das concessões de ferrovias federais pode ser uma alternativa para injetar recursos no projeto de São Paulo. “Isso seria o ideal”, comentou Alckmin.

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros da RMC recebe, em reunião, seu mais novo integrante – Vereador Filipe Batista Marchesi.

Postado em: 17-01-2017 por:cptmcampinas | Visitas: 14.418 | Comentários:4

4

Neste dia 16 de janeiro, na sede administrativa do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas – SINDPAULISTA (Campinas) ocorreu a 1ª reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros das Regiões de Campinas e de Jundiaí do ano de 2017.

Participaram desta primeira reunião, tratando da programação da campanha pela extensão das linhas da CPTM até CAMPINAS – o presidente da Frente Parlamentar, Vereador Lourival, o Presidente do Sindicato – Francisco Aparecido Felicio (FRANÇA) e o Assessor da Prefeitura de Campinas, Dr. Carlos Bernardi.

Com grata satisfação, a presidência da Frente Parlamentar, teve o prazer de receber o seu mais novo integrante, Vereador recém-eleito, pelo município de Campinas, Filipe Batista Marchesi (PR). Contamos com o apoio do Vereador Filipe, que por certo, envidará todos os seus esforços para que Campinas e Região sejam atendidas pelos trens de passageiros da CPTM.

O presidente França do SINDPAULISTA comentou: “Há um inconformismo generalizado, por conta de vermos o Estado de São Paulo, o mais rico e populoso do Brasil, sofrer com a falta do transporte ferroviário de passageiros. A população de Campinas e de toda a nossa Região necessita com urgência do transporte ferroviário de passageiros.

Comissão debate ‘nós’ do futuro trem intercidades.

Postado em: 29-11-2016 por:cptmcampinas | Visitas: 1.791 | Comentários:3

3

Projeto do trem prevê a ligação de Americana a Santos, Taubaté a Sorocaba, e que se cruzarão na Capital.

 
Debate marcado para esta terça-feira (29), na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, vai tentar desfazer os nós que estão atrasando a implantação do trem intercidades, projeto do governo do Estado previsto para ligar as regiões metropolitanas de Campinas, Vale do Paraíba, São Paulo e Santos.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB), autor do requerimento aprovado pela comissão convocando a audiência, disse que o “lobby” será para que o trecho ligando Americana, Campinas, Jundiaí e São Paulo seja prioridade. “Ou começamos a trabalhar o projeto agora ou as rodovias que levam a Capital entrarão em colapso”, afirmou.

De acordo com o deputado, o momento atual, em que o governo discute a renovação das concessões do transporte ferroviário é propício para incluir o transporte de passageiros na discussão, quer seja para o compartilhamento dos trilhos entre cargas e passageiros, ou mesmo para a implantação de ferrovia na faixa de domínio”, afirmou.

Na audiência estarão presentes representantes do Estado, da União e das concessionárias com a expectativa de que o governo federal libere as faixas de domínio da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), por onde circulam os trens de carga. Segundo o governo do Estado, o projeto só é viável se houver essa liberação. No trecho de 135 quilômetros entre São Paulo e Americana, cabem cinco linhas nas faixas de domínio, segundo estudo do governo do Estado.

Neles já estão as duas linhas da Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) que vão até Jundiaí; há o trem de cargas e ainda há espaço para o trem de média velocidade, o intercidades. Macris disse que existe um projeto funcional desenvolvido no âmbito da Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) do Estado ligando os municípios de São Paulo à Campinas (SP).

Também há a Manifestação de Interesse Privado (MIP) de um trem ligando São Paulo a Americana (SP), apresentado ao governo do Estado e, atualmente, em avaliação pelas áreas técnicas da Secretaria de Governo.

FTRAM – FRENTE PARLAMENTAR EM PROL DO TRANSPORTE METROFERROVIÁRIO

Postado em: 23-11-2016 por:cptmcampinas | Visitas: 1.065 | Comentários:0

0

REUNIÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nesta reunião da FTRAM a revitalização da malha ferroviária do Estado de São Paulo, foi sugerida como alternativa ao sistema rodoviário que encontra-se prestes a entrar em colapso.

A Frente Parlamentar em prol do Transporte Metroferroviário realizou reunião, nesta quarta-feira, 23/11, sob a coordenação do deputado João Caramez (PSDB), e discutiu com representantes do setor as diretrizes que serão adotadas para viabilizar o crescimento, com eficiência, da malha ferroviária para transporte de carga e de passageiros, integrando-a ao transporte rodoviário.

O Vereador Lourival – Câmara Municipal de Valinhos (SP) e Coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros das Regiões de Campinas e Jundiaí, acompanhado pelo Vice-Presidente do SINDPAULISTA – Sr. Ariovaldo Bonini, participaram do evento parlamentar.

Inline